Admire toda a opulência do Palácio de Versalhes e conheça seus belos jardins, os Grandes Apartamentos e a impressionante Galeria dos Espelhos

O Palácio de Versalhes é um dos maiores e mais luxuosos castelos do mundo. Excelente exemplo da arquitetura e arte francesas do século 18, o castelo é uma das atrações mais visitadas da França, além de ser Patrimônio da Humanidade da UNESCO e uma visita obrigatória para quem vai ao país.

Destaques:

  • Mais de 100 hectares de jardins paisagísticos e belas fontes
  • A Galeria dos Espelhos tem mais de 357 espelhos, que refletem os magníficos jardins entre suas janelas arqueadas
  • A maravilhosa Capela de Versalhes
  • O Grande Apartamento – originalmente chamado de “Apartamento dos Planetas”
  • Auditório de óperas
  • Grand Trianon
  • Aposentos de Maria Antonieta

Você sabia que:

  • O Palácio tem cerca de 2.143 janelas, 1.252 lareiras e 67 escadarias
  • O Palácio de Versalhes foi a sede oficial do poder até 1789, quando passou a ser chamado de "berço da liberdade" (Berceau-de-la-Liberté), o lugar onde o povo de Paris se rebelou contra o rei Luís XVI e o forçou a voltar a Paris, abandonando o luxo do Palácio
  • Durante a Revolução Francesa, por motivos de segurança, todas as obras de arte do Palácio de Versalhes foram levadas para o Louvre
  • Criado no século 17, o jardim do Palácio é o maior do gênero na Europa, com um padrão geométrico de arbustos, canteiros de flores e árvores

Não perca:

Galeria dos Espelhos

Uma das atrações mais espetaculares do Palácio de Versalhes, a Galeria dos Espelhos tem 73 metros de comprimento e 17 janelas arqueadas, cada uma adornada com 21 espelhos... ou seja, a luz desses corredores é refletida de 357 espelhos! A Galeria dos Espelhos não é popular apenas por seus efeitos – ela também está repleta de estátuas e bustos. Considerada uma das melhores contribuições de Luís XIV ao Palácio, a Galeria também foi o local de assinatura do Tratado de Versalhes, em 1919, que pôs fim à Primeira Guerra Mundial.

Capela de Versalhes

Sendo apenas uma das cinco capelas do Palácio, você pode se perguntar por que esta é tão especial. Concluída no início do século 18, ela tem uma "tribuna" no mesmo nível dos apartamentos, acima da nave onde os reis costumavam se sentar. Da mesma forma que o edifício, a arquitetura da capela chama a atenção por sua qualidade e suas influências góticas e barrocas. Com traços de estilos medievais e tendências do início do Renascimento, é possível admirar gárgulas, pisos de mármore e pilares impressionantes.

Grande Apartamento

O Grande Apartamento do rei Luís XIV também é conhecido como “Apartamento dos Planetas” – porque cada um de seus sete salões era decorado com a pintura de um planeta. Não se esqueça de olhar para cima, pois um dos aspectos mais impressionantes do cômodo é o seu teto!

Jardim de Versalhes

Faça um passeio pelos magníficos jardins de caminhos geométricos e paisagísticos – mas cuidado, você pode acabar se distraindo e percorrer os mais de 100 hectares. Trata-se do maior jardim palaciano da Europa, que se estende por bacias hidrográficas com fontes majestosas, criando um cenário pitoresco. Não deixe de passar pelas fontes Apollo e Latona para admirar as estátuas de mármore.

Aproveite também a entrada gratuita no Grand Trianon e nos Aposentos de Maria Antonieta em Versalhes.

Evite a fila da bilheteria e vá direto para a entrada principal (entrada A) com seu Paris Museum Pass. Entretanto, você ainda precisará ficar na fila da revista de segurança. Observe que o acesso prioritário não é garantido nos horários de pico. Recomenda-se chegar entre as 9h e 10h da manhã. O acesso pode ser interrompido devido a obras.

Quando abertos, o Paris Pass fornece acesso com audioguias ao Palácio de Versalhes, ao Trianon e aos Aposentos de Maria Antonieta. Shows ou espetáculos das fontes musicais não estão incluídos. Durante os espetáculos das fontes, você só poderá visitar o jardim se tiver adquirido um ingresso separado. Se quiser visitar o jardim, recomenda-se consultar os horários dos shows antes de viajar. 

Como chegar:

RER C
– Versalhes fica fora da zona 3, mas a passagem de trem da RER até Versailles custa apenas € 3,25
– Para chegar ao Palácio de Versalhes, compre um bilhete "Paris – Versailles Rive Gauche" (zonas 1–4) (o bilhete T+ não é válido para a viagem)

Trens da SNCF
– Chegada à estação Versailles Chantiers, saindo de Paris Montparnasse
– Chegada à estação Versailles Rive Droite, saindo de Paris Saint Lazare

Aproveite ao máximo o seu Paris Pass:

– Com o Paris Pass você visita o Palácio de Versalhes gratuitamente – uma economia de € 18
– Observação: Sua entrada não inclui os espetáculos das fontes musicais. Durante os espetáculos das fontes musicais, você só poderá visitar o jardim se tiver adquirido um ingresso separado.

Observação: A entrada de Versalhes agora se chama "Entrance A", e não mais Vinci Pavillion, como informado no guia 

Veja:
A lista completa de atrações incluídas

Veja a lista completa de atrações que inclui »

Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domingo
Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domingo

Loading Map - Please wait...

Address:

Place d'Armes, 78000 Versailles, France

Telephone:

+33 1 30 83 78 00